Entrevista #01 - Gabrielle Venancio Ruas

Hoje venho mostrar para vocês mais uma parceira do blog! A Gabrielle Venancio Ruas, autora do livro Angellore (confesso que amei esse nome ;3). E o que falar da capa? Simplesmente perfeita!



Título: Angellore – A Divina Conspiração
Subtítulo: Sussurro Noturno/Volume I
Autor: Gabrielle Venâncio Ruas
Editora: Modo Editora Tradicional (www.modoeditora.com.br)
Páginas: 262

Sinopse da Obra: Olívia Giacomelli é uma investigadora de polícia especializada em complexos casos de assassinato. Competente, ela sempre conseguira resolver com êxito cada um deles, nunca encerrando um crime sem solucioná-lo. No entanto, uma sequência de mortes misteriosas vinha ocorrendo desde 2007 sem que o assassino deixasse rastro. Sophie, uma jovem universitária perseguida por sombras sinistras, tenta superar a ausência da família que morrera num terrível acidente de carro no reveillon de 2008. Em busca por respostas, os caminhos de Sophie e Olívia se cruzam e ambas irão se deparar com uma realidade aterradora. Elas se veem em meio a uma batalha invisível que desde sempre era travada por seres imortais: os Angellores. Agora, elas estão num terreno obscuro e assustador, precisarão se arriscar para descobrir a verdade que mudará suas vidas para sempre.

Aproveitando a ocasião, pedi que ela concedesse uma entrevista para o blog. Ela foi super carinhosa e atenciosa respondendo todas as minhas perguntas (olha que não foram poucas, hein). Ficaram curiosos?

Como e quando você resolveu que iria se tornar escritora?
  
Desde pequena sempre fui apaixonada pela leitura, então aos 9 anos comecei a escrever breves histórias e contos; na verdade isso foi algo que aconteceu quase que naturalmente. Depois de algum tempo, comecei a fazer histórias em quadrinhos, mas com a minha imaginação ficando grande demais para caber em desenhos, comecei a escrever definitivamente, e desde então isso se tornou algo que realmente faz parte de mim.
  
Como você se descreve? 
  
Bem, sou escritora de fantasia e romances sobrenaturais e escrever é minha paixão desde a infância. Sou apaixonada também por rock, anime japoneses e sou desenhista nas horas vagas. Como pessoa, sou tranquila e, acredito eu, receptiva também. E bastante animada também (risos).
  
Conte-nos um pouco sobre seu livro: 

Angellore trata da história de duas personagens, que narram a obra simultaneamente: Olívia Giacomelli, investigadora de polícia, e Sophie, uma universitária. Assassinatos estranhos vinham ocorrendo na cidade de Belo Horizonte, sem que o assassino deixasse pistas, e Olívia tenta solucionar esses crimes a todo custo. Enquanto isso, Sophie também passa a presenciar coisas estranhas ao seu redor, como sombras sinistras vagando pela cidade e monstros, além de conhecer Nicolae, um estranho colega de faculdade que parece guardar segredos terríveis. Então, nesse montante, os caminhos de Olívia e Sophie se cruzam, e elas descobrem que as coisas estranhas que acontecem ao seu redor estão muito além de qualquer coisa que imaginavam.
  
Da onde veio o nome do seu livro? 

Interessante essa pergunta! Esse nome foi inspirado no título de uma música de uma das minhas bandas favoritas, o Tristania. A música também se chama Angellore, e da primeira vez que a escutei fiquei bastante impressionada, além de achar o nome extremamente chamativo. Então, acabei batizando meu projeto com esse título também.
  
Quanto tempo demorou para que vc terminasse de escrever seu livro?

Demorei de Agosto de 2011 a Dezembro do mesmo ano. Eu passava 12 horas por dia escrevendo e desenvolvendo o livro, mas foi uma ótima experiência. 
  
Você se inspirou em algum outro escritor para escrever seu livro? 

Devo confessar que a Becca Fitzpatrick, autora da saga Hush Hush, me influenciou bastante, com seu jeito despojado e divertido de escrever. Mas também recebi muita inspiração do Lúcio Cardoso, um dos meus autores nacionais favoritos.
  
Você se considera uma escritora de alto nível? 
  
Não! (risos) Ainda preciso estudar muito e me aprimorar muito!

Com o seu livro, você espera tocar os brasileiros de que forma? 

Espero mostrar para eles que os escritores brasileiros podem ser tão bons quanto os de fora, e prendê-los num tipo de experiência de leitura que os façam procurar sempre os autores nacionais em primeiro lugar nas prateleiras das livrarias, para só depois desejarem um livro estrangeiro.
  
Você acha que a literatura brasileira tem tudo para crescer?

Sim, com certeza! A cada dia o mercado literário brasileiro cresce mais e abre novas portas para os novos escritores. Assim como os leitores também estão mais receptivos para experiências com a literatura nacional.
  
Uma mensagem final para todos os seguidores do blog:

Gostaria imensamente de agradecer pelo carinho e pela atenção de todos que tiveram a delicadeza de ler essa entrevista. E também pela oportunidade de divulgar um pouco do meu trabalho no blog.

Espero que os seguidores do blog continuem acompanhando Angellore, tenho certeza de que será uma leitura muito cativante.
E para quem se interessar em conhecer mais sobre o livro, convido-os a acessarem o blog da obra, lá sempre tem alguma novidade:
Muito obrigada mesmo!

Sobre a Autora:  Gabrielle Venâncio Ruas é mineira de Contagem, e começou a escrever ainda na infância. 
Tudo começou num belo dia, dentro da sala de aula, quando a professora de português pediu aos alunos que fizessem uma redação de uma página sobre alguma história criada pelas próprias crianças, e a sua deu quase vinte! Foi a partir disso que descobriu sua vocação para a literatura, e desde então não parou mais de escrever. 
Cresceu lendo livros compulsivamente e assistindo animes japoneses na TV (Sailor Moon, Cavaleiros do Zodíaco, Shurato...), de onde vem grande parte de sua inspiração literária. Começou a elaborar seu primeiro romance, Os Sete Medalhões – A Lenda, aos 12 anos e, após concluí-lo seis anos depois, o lançou de forma independente pela internet, o que lhe rendeu experiência e a ajudou a conquistar seus primeiros leitores. Além de escritora, também é desenhista amadora.
Atualmente cursa Bacharelado em Letras e Literatura na Universidade Federal de Minas Gerais e pretende seguir uma carreira sólida na área da Língua Portuguesa e das belas-letras literárias. Almeja ganhar um espaço no panorama nacional e ter seus livros entre as estantes das livrarias e nas mãos dos leitores brasileiros. Angellore – A Divina Conspiração é seu primeiro romance publicado.

Twitter: @GabrielleVRuas

Queria agradecer e muito, a Gabi por ter concedido a entrevista e por estar sempre a disposição do blog. E claro, parabenizá-la pela incrível escritora que é.

xoxo. 




6 comentários:

  1. adorei sua entrevista! curtinha mas bem completa!
    e a gabi é um poço do simpatia :D
    beijos
    http://nolimitedaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Cami. E a Gabi é com certeza muuuito simpática!

      Bjkas
      http://antesdeler.blogspot.com.br/

      Excluir
  2. Entrei no site pra comprar o livro, porém, o frete é muito alto...

    bjos

    Di

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ainda não fui ver pra comprar, sabe aquela piiiilha de livros pra ler? Então, só aumenta! asopdpaoskd

      Bjkas
      http://antesdeler.blogspot.com.br/

      Excluir
  3. Adorei a entrevista! Gabi parece ser uma pessoa muitíssima simpática. Eu também escrevo, e tenho esse sonho de tomar uma carreira de escritora desde os 8 anos de idade.
    Gosto muito de ver autores com o mesmo histórico que o meu, só que já evoluídos, isso que inspira!
    Foi muito produtivo passar essa entrevista para o leitores. Está de parabéns, Nati!
    Seu blog é muuito bem dirigido!

    Beijos, Lê
    http://palaciodelivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Leti! E boa sorte com sua carreira de escritora!

      Bjkas
      http://antesdeler.blogspot.com.br/

      Excluir