[Resenha] A Mulher do Viajante no Tempo


Título: A Mulher do Viajante no Tempo
Autor: Audrey Niffenegger
Páginas: 496
Editora: Suma das Letras
Skoob: AQUI
Minha Classificação:



Sinopse:

Henry sofre de um distúrbio genético raro. De tempos em tempos, seu relógio biológico dá uma guinada para frente ou para trás, e ele se vê viajando no tempo, levado a momentos emocionalmente importantes de sua vida tanto no passado quanto no futuro. Causados por acontecimentos estressantes, os deslocamentos são imprevisíveis e Henry é incapaz de controlá-los. A cada viagem, ele tem uma idade diferente e precisa se readaptar mais uma vez à própria vida. E Clare, para quem o tempo passa normalmente, tem de aprender a conviver com a ausência de Henry e com o caráter inusitado de sua relação.


Resenha:

A Mulher do Viajante no Tempo é um livro diferente, bem escrito, emocionante, e apesar do tema fantástico, parece bem real aos olhos de quem .
O tema do livro é: o poder de viajem no tempo. Aparentemente, ter esse poder é ótimo, mas nada é o que parece. Henry  não pode levar nada consigo, nem a roupa do corpo, nem um aparelho dentário, só o próprio “eu”. Desse fato já se vem as maiores aventuras e histórias do livro, as vezes que ele simplesmente viaja para outra época pelado, sem dinheiro, muitas vezes tendo que roubar para sobreviver, nos faz ofegar de tanta emoção.  Uma mulher tem o coração de Henry: a mulher do viajante no tempo.  O romance dos dois é incrível, vivendo a emoção da espera toda vez que ele desaparece.
Uma possível falha desta obra talvez seja que às vezes você se perde na leitura devido as muitas viagens no tempo que ele faz e vários flashbacks, portanto, algumas vezes você pensa que a história está em 1999 mas na verdade está em 2005 e assim por diante.
Bem escrito mas (pelo menos a edição que eu li) possuía vários errinhos óbvios, palavras faltando letras e coisas assim.
Um livro lindo, uma história de amor comovente como nenhuma outra, isso sem ter aquela característica “melosa demais”. Nicholas Sparks (na minha opinião) perdeu dessa vez para Audrey Niffenegger no quesito romance. A história de amor mais linda que já vi.

Trailer:


Comentem!
Abraços




4 comentários:

  1. Não sei se tenho muita vontade de ler esse livro, mesmo sabendo que a história é bonita. Talvez me deixe influenciar demais pelo filme, que não gostei tanto assim.

    ResponderExcluir
  2. Eu, diferente da maioria das pessoas, não li ou assisti absolutamente nada que fale de viagens de tempo.
    Talvez por isso tenha tanta curiosidade para ler esse livro.
    Gosto de histórias que contém uma grande carga emotiva e este parece ser o caso.
    Ah tô tão cansada de romances melosos! Preciso de um novo tipo de romance, e algo me diz, que vai ser esse.
    Um beijo ;*

    Juliana . Oliveira
    trocandoconceitos.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Sou louca para ler esse livro, todo mundo fala bem da história, quero ler antes de assistir ao filme (:

    Beijo;*
    Naty.

    ResponderExcluir
  4. Nunca li livros que abordam esse tema, mas sua resenha me despertou muita curiosidade.
    Espero lê-lo em breve! :D

    Beijo!

    ResponderExcluir