[Resenha] Sereia


Sereia

Nome: Sereia
Autor: Tricia Rayburn
Ano: 2011
Páginas: 306
Preço: R$14,90 (Submarino)


Sinopse:

Vanessa Sands, de 17 anos, tem medo de tudo - do escuro, de altura, do mar, mas sua destemida irmã mais velha, Justine, está sempre por perto para guiá-la a cada desafio. Até que Justine vai mergulhar num precipício uma noite, perto da casa de veraneio da família em Winter Harbor, e seu corpo sem vida aparece na praia no dia seguinte. Os pais de Vanessa tentam superar a tragédia retornando à vida cotidiana em Boston, mas ela sente que a morte da irmã não foi acidental. Depois de descobrir que Justine estava escondendo diversos segredos, Vanessa volta para Winter Harbor, esperando que Caleb, o namorado de sua irmã, possa esclarecer algumas coisas, mas o garoto está desaparecido.

Logo, não é apenas Vanessa que está com medo. Winter Harbor inteira fica em alvoroço quando outro corpo aparece na praia, e o pânico se instala à medida que a pequena cidade se torna palco de uma série de acidentes fatais relacionados com a água, em que as vítimas são encontradas sorrindo horrivelmente de orelha a orelha.
Vanessa e Simon, irmão mais velho de Caleb, unem forças para investigar os estranhos acontecimentos e no caminho, a amizade de infância se transforma em algo mais. Conforme eles vão encontrando ligações entre a morte de Justine e a súbita erupção de afogamentos assustadores na cidade, Vanessa descobre um segredo que ameaça seu romance com Simon e que vai mudar sua vida para sempre. 

Resenha:

Como uma compradora e leitora compulsiva, comprei esse livro pelo Submarino. Adquiri meio que por impulso, pelo preço pra falar a verdade. Quando o livro chegou fiquei com muita vontade de lê-lo – na capa, os olhos da mulher e o “Sereia” são holográficos – e, com muita ânsia de saber o fim, devorei ele em apenas um dia.
O livro conta a saga de duas irmãs, Vanessa e Justine, as quais mantêm um ótimo relacionamento entre si. A história se dá quando elas e sua família, vão passar o verão em Winter Harbor, onde saem com os irmãos Caleb e Simon, seus vizinhos e amigos de infância.
Como tradição, eles vão aos penhascos Chione, onde saltam para as águas perigosas do mar. Mas Vanessa é extremamente medrosa, por isso nunca pulou, o que fazia com que ela se sentisse mal consigo mesma: sempre tendo que ser protegida e incentivada pela irmã.
Porém, naquele dia, uma tempestade se aproximava rapidamente do penhasco, fazendo com que todos corressem perigo. Justine, se sentindo desafiada, pula novamente juntamente com Caleb, por quem era fatalmente apaixonada. Vanessa e Simon ficam preocupados, pois a artilharia de raios já havia começado. Os dois saltam e apenas Justine sai comum pequeno corte no joelho: o suficiente para que sua mãe fizesse muitas perguntas e descobrisse aonde eles iam e o que ela sentia pelo vizinho. Isso deixa Justine muito nervosa e traída, já que ela acha que foi a irmã que contou tudo para a mãe.
“Virou a cabeça para que a mamãe e o papai não pudessem ver o seu rosto e disse uma palavra, alto o suficiente para que eu ouvisse. – Buuuu. ... Naquele momento eu não tinha como saber, mas aquela seria a ultima palavra de Justine para mim.” Naquela noite, Justine foge e salta do penhasco, apenas reaparecendo morta na praia.
Vanessa não entende o porquê de tudo isso, pois sua irmã jamais faria isso. Ela gostava de ser desafiada, mas não ao ponto de que sua vida corresse perigo. Ela retorna para o quarto das duas e descobre que Justine mentira sobre estar indo na faculdade, e também encontrara a toalha de banho de Caleb ao lado da cama da irmã. Vanessa sentia que tudo aquilo tinha alguém por trás, e para saber a verdade ela precisava encontrar Caleb.
Vanessa volta para Winter Harbor na tentativa de desvendar o que estaria acontecendo, porém Caleb está desaparecido. Ela e Simon vão atrás do rapaz, pois sentem que ele está correndo perigo.
Alguns fatos acontecem: descobrem coisas impossíveis tanto sobre Caleb quanto sobre Justine. O tempo está mudando e Simon, um ótimo metereologista não sabe explicar os fatos. Ele e Vanessa juntam todas as peças do quebra cabeça e descobrem que o que está afetando Winter Harbor, são sereias, e que elas irão atacar no dia do Festival local. Eles fazem de tudo para pesquisar mais sobre elas, perguntam para as pessoas que se dizem “amigas”, mas que na verdade, não passam de metade humana e metade peixe.
Eles conseguem acabar com elas, porém Vanessa descobre que na verdade ela e Justine não são irmãs: seu pai a teve com uma sereia, e seguindo os fatos óbvios, ela é uma também. A garota de apenas 16 anos não sabe como lidar como o fato vendo que isso pode por em risco sua grande paixão por Simon.
Gostei bastante do livro, pois ele expõe todas as inseguranças que os adolescentes têm hoje em dia. Ele nos ensina o quão importante é o amor, e que ele não irá acabar pelo fato de você ser uma sereia.

 LEIA O PRIMEIRO CAPÍTULO

Minha classificação: ★★★★



1 comentários:

  1. Oi, Natália !
    Eu bem queria ler esse livro, e fiquei com mais vontade depois da sua resenha.
    Beijão !
    http://descobrindolivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir