[Resenha] Os Adoráveis


Título: Os Adoráveis
Autor: Sarra Manning
Editora: Novo Conceito
Páginas: 384
Skoob: AQUI
Facebook: AQUI
Minha Classificação:

Sinopse: 

Jeane é blogueira. Seu blog, o Adorkable, é um blog de estilo de vida — na verdade, o estilo de vida dela — e já ganhou até prêmios na categoria “Melhor Blog sobre Estilo de Vida” pelo e Guardian e um Bloggie Award. Adora balas Haribo, moda (a que ela cria, comprando em brechós) e colorir (ou descolorir totalmente) os cabelos. Cheia de personalidade e meio volúvel, ainda assim Jeane é bacana — mesmo nos momentos em que se transforma numa insuportável. Mas, certamente, ela não olharia duas vezes para Michael. Porque Michael é o oposto de Jeane. Ele é o tipo de cara que namoraria a garota mais bonita da escola. E compra suas roupas na Hollister, na Jack Wills e na Abercrombie. Além disso, diferente de Jeane, que é autossuficiente, Michael é completamente dependente do pai, o Clínico Geral que condena açúcar, e ainda permite que sua mãe compre suas roupas! (Embora, para Jeane, o pior mesmo sobre Michael é que ele baixa música da internet e nunca paga por isso). Jeane e Michael têm pouco em comum, além de algumas aulas e uma maçante dupla de “ex” — Scarlett e Barney. Mas, apesar disso, eles não conseguem se desgrudar desde que ficaram pela primeira vez.

Resenha: 

Primeiramente, quero deixar explícito o meu amor platônico por essa obra e, principalmente por esses personagens que me fizeram perder a cabeça e horas de sono. Não conhecia a escrita de Sarra e sinceramente, apaixonei-me perdidamente pelas suas palavras super bem colocadas em cada situação, tornando sua narrativa viciante e com um gostinho de "quero mais". 
Identifiquei-me de primeira mão com a protagonista dessa história: Jeane Smith, blogueira, com personalidade forte e principalmente com um estilo todo próprio e esquisito de ser, além de amar brechós e redes sociais <3.
Jeane Smith não é apenas mais uma menina esquisita, de cabelos cinza e roupas extravagantes. Apesar de ser uma garota nada popular na escola, no mundo virtual ela é a rainha da moda, com seu blog o Adorkable. 
Como sempre, o amor anda lado à lado com o ódio, e sim, em algumas partes da história em si eu odiei as ações de Jeane Smith. Fiquei morrendo de vontade de me aventurar através desse universo dos livros e dar umas boas bofetadas no rosto dessa menina e lhe dizer umas verdades. Algumas coisas que Jeane faz deixam você roendo as unhas de nervosismo, mas com o desenrolar da história, você percebe que esse é o jeito dork dela de ser. 
O famoso Adorkable, não é apenas mais um blog pela blogosfera, mas sim uma marca de ser, a marca dork de ser. Ou seja, ser você mesmo, ter seu próprio estilo, pensar o que você quiser, ser quem quiser, se vestir como achar apropriado e por aí vai. 
Além de ser um blog, uma marca de estilo de vida e uma agência de definição de tendências, Adorkable é também um estado de ser. Em nosso íntimo somos dorks, geeks, desajustados, perdedores, esquisitos, os oprimidos, mas juntos, somos fortes. Ah, sim!
Jeane é traída pelo seu namorado, e em meio a toda essa confusão, acaba conhecendo
mais a fundo o garoto mais popular da escola, Michael Lee. Ela e Michael são completos opostos: enquanto Jeane tem sua maneira própria de ser e não se importa com o que os outros pensam a seu respeito, Michael é um pouco de tudo, sempre tentando agradar a todos, e principalmente à todas. 
Sendo hostil e rude, Jeane pretende ser diferente das outras meninas que se derretem pelo tal Lee, enquanto na verdade, ela se perde na beleza do garoto. Mas ela não deixa nunca isso transparecer, não se enganem! Não vou falar muito da relação que os dois mantém no livro para não perder a graça aqui, mas aviso: preparem seus coraçãozinhos! 
(...) Sua vida esbarra com a de Michael Lee, o garoto mais certinho da escola. Aparentemente, os dois não têm nada em comum, mas nesta história tudo pode acontecer. 
O livro é narrado todo em primeira pessoa, sendo que os capítulos se intercalam na narração, entre os pensamentos de Jeane e de Michael. No começo do livro, também participa da contagem da história, o Barney, namorado da blogueira. Como disse antes, a escrita é leve, sarcástica e transcorre tão leve e solta, que quando percebi, já terminei o livro e fiquei com um aperto no coração, querendo mais. 
Além disso, Sarra insere no enredo elementos característicos das redes sociais, como tuítes, posts e etc. Quem é viciado vai amar, podem apostar! 
Ponto negativo, único que encontrei no livro: pessoas na capa. Quem acompanha o blog faz tempo, sabe como eu odeio que tenham os personagens exibidos nos livros, amo imaginar da minha maneira. Outro aspecto é que as pessoas que estão na capa não se parecem em nada com as descrições feitas por Sarra, isso me desmotivou um pouco, confesso. Mas não deixei isso afetar a minha opinião sobre esse ótimo livro. 
Por fim, indico a leitura para aqueles que se sentem excluídos pela sociedade, seja pelo seu jeito de pensar, de se vestir, pelos seus gostos, manias e afins. Acrescente à essa lista, as pessoas que sofrem qualquer tipo de bullying. Experiência própria: quando peguei o livro para ler, estava sofrendo uma grave crise de identidade, em todos os sentidos. Aprendi que o que os outros pensam não importa se você estiver feliz e hoje, digo com orgulho: sou dork!
Adorkable dá voz a quem está sentado em seu quarto ou pelos cantos, ou quem está tentando arduamente apenas se ajustar. Mas, adivinhem? Vocês não têm que se ajustar. Vocês não precisam ser ninguém além de quem vocês realmente querem ser. Algumas vezes, nós nos esquecemos de que não há nenhuma lei que diz que é preciso ser o que os outros esperam que venhamos a ser. 

Book Trailer:



Acompanhe a editora Novo Conceito nas redes sociais

E vocês, são Dorks?
Comentem!
XOXO





4 comentários:

  1. Awn, estou louca para ler esse livro desde quando vi seu lançamento, meu deus!
    Pela sua resenha, ele semelha-se bastante com Lola e o Garoto da Casa ao Lado, não?
    Eu amo esse livro *-* Sinto que amarei Os Adoráveis também, rs.
    Ótima resenha!
    Beijos,

    Ana M.
    http://addictiononbooks.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Já tinha ficado encantada com a capa, e agora a sua resenha me deixou mais ansiosa ainda, preciso urgentemente ler esse livro, rsrs !!! Parabéns pela resenha !! Beijos

    Apaixonada por Livros

    ResponderExcluir
  3. Girl, adorei a sua resenha :D
    Nunca fiquei assim tão motivada para ler um livro, eu já tinha visto a capa dele lá np skoob mas não fiquei muito curiosa em abrir para ler a sinopse, agora depois de ler a sua resenha fiquei bastante, super interessada. Parece que é um romance que vai render bastante gargalhadas em ;)

    Beijos,
    misturandoasmentes.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Quero muito ler esse livro, e a muito tempo não encontro em livraria nenhuma.
    http://qualquerinfinito.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir